Pesquisar? Digite o que procura e tecle ENTER (VIA TECLADO)▼
Custom Search

Escolha a sua trepadeira | ►arquiteturaplus - AP -

Escolha a sua trepadeira



Trepadeiras


Elas percorrem treliças, 

portões e 

cercas e são ótimas para dar mais vida ao jardim. 

Plantadas no solo ou em vaso, 

as trepadeiras precisam 

de terra orgânica e 

bem drenada para que

desenvolvam com rapidez. 

"Veja exemplos de espécies e projetos e inspire-se"

 

 

 

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Sobre a laje da garagem, a arquiteta criou o terraço com cobertura de bambu e estrutura de toras de eucalipto, nas quais cresce a trepadeira tumbérgia
Arquivo / Casa e Jardim

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Como o muro é gigante, com 23 m de largura x 9m de altura, a moradora tinha receio de que uma pintura branca clareasse demais a casa. Cobri-lo com a trepadeira falsa-vinha saciou a vontade de ter um jardim – sem falar que sai mais barato do que encarar um repinte
Editora Globo / Editora Globo

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
A trepadeira amor-agarradinho se prendeu a uma rede de proteção, dessas usadas em janelas e varandas
Arquivo / Casa e Jardim

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Nesta cobertura, a trepadeira sete-léguas sobe pelo gradil e disfarça a sua estrutura
Renato Corradi / Casa e Jardim

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Sentado sobre o futon, o gato New toma seu solzinho matinal. Plantados em vasos estão o dinheiro-em-penca e a maranta-cinza. À direita, clorofito, e ao fundo, a trepadeira unha-de-gato, que cobre o muro
Arquivo / Editora Globo


Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Na extremidade direita da treliça, onde bate sol, uma hera-africana foi plantada no vaso de barro em meia-lua. A treliça está distante da parede 15 cm para evitar o acúmulo de insetos e permitir que os galhos da planta engrossem. Além da trepadeira, a estrutura de ferro serve de apoio para os vasos de orquídea
Arquivo / Casa e Jardim






Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Grades, cercas e portões podem ser preenchidos com trepadeiras mais leves, como o amor-agarradinho. Suas gavinhas instalam-se entre a estrutura e ramificam-se rapidamente. As flores surgem durante o verão e o outono
Arquivo / Casa e Jardim



Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Conduzida por fios de náilon, a ipomeia é uma trepadeira curiosa: suas flores abrem somente durante a manhã e duram apenas um dia. Em algumas regiões, é conhecida como bom-dia
Evelyn Müller / Casa e Jardim
Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
O vitrô da cozinha desta casa tem trepadeira jasmim-de-madagáscar ao longo da fachada
Arquivo / Casa e Jardim


 

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Embora haja mais de dez tipos de ipoméia, nenhuma se assemelha em beleza à variedade pink. Vale saber que a espécie suporta clima mais frio, mas perde parte das folhas
Arquivo / Casa e Jardim

 

 

 

 

 

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira

Para forrar o muro com tumbérgia, só foram necessários alguns fios de cobre encapados na cor verde. A trepadeira de origem africana é uma das mais flexíveis, porque é usada nos dois planos: vertical, em muros, ou horizontal, sobre pérgolas. Suas flores surgem com todo o vigor, principalmente quando é mantida a pleno sol
Arquivo / Casa e Jardim


Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Escondida entre o buxinho podado, a lâmpada PAR 20 embutida ilumina o tronco e a copa da palmeira-fênix. Atrás dela, a trepadeira sapatinho-de-judia cria um pórtico ao redor das colunas da casa
Arquivo / Casa e Jardim


Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Um tutor de cobre de 4,5 m, moldado no local, conduz o clerodendro. Em breve, a espécie tomará a parede
Arquivo / Casa e Jardim

 

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira

O clima de jardim melhora com a trepadeira jasmim-estrela, conduzida com tutor pela parede
Arquivo / Casa e Jardim

 

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Para conduzir as trepadeiras madressilva e ipomeia, o paisagista Rodrigo Oliveira criou um painel com fios de náilon presos em módulos de 1 m de largura x 0,70 m de altura. A forração da jardineira é de azulzinha
Editora Globo / Editora Globo

 

 

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
As cores e o telhado coberto com trepadeira sete-léguas chamam atenção na fachada desta pequena casa em Piracicaba, no interior de São Paulo
Manoel Marques / Editora Globo

 

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Dois arames dispostos em “L” conduzem o jasmim-carolina ao longo da esquadria da porta-janela
Fotos Renato Corradi / Casa & Jardim

 

 

 

Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Solução econômica: embora demore, em média, dois anos para preencher toda a parede, o uso de trepadeira é uma das formas mais em conta de cobrir muros. Projeto da paisagista Susana Bandeira
Edu Castello / Casa e Jardim




fonte:
casaejardim.globo.com


|||




Share on Google Plus

About Edilene brandao da silva

arquitetura plus -AP.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Mensagem do formulário de comentário: